Nós separamos as sete sementes de romã durante a ceia, comemos sete uvas à meia-noite e pulamos as sete ondas após os fogos, tudo isso para desejar um próspero e completo ano novo. E, embora este não tenha sido exatamente um dos pedidos que a maioria de nós fez durante a virada, pode ser que um sonho tenha finalmente se tornado realidade para nós, reles mortais: o ato de beber cerveja e não ficar de ressaca.

Mas calma, calma, não é só porque você leu o parágrafo acima que é hora de sair entornando tudo o que vir pela frente. A notícia miraculosa foi apresentada por um produtor de cerveja holandês chamado Thomas Gesink, através de sua bebida batizada com o nome “Helder” – que significa, literalmente, “brilhante”. Segundo ele, sua cerveja além de saborosa promove um processo de recuperação de líquidos como nenhuma outra no mercado.

Embora a fórmula deste produto divino se encontre em segredo, sabemos que a “cerveja antirressaca” possui quatro ingredientes básicos, como: casca de salgueiro, gengibre, sal marinho e vitamina B12. Para Thomas, estes ingredientes colaboram com o seu propósito de recuperar os líquidos perdidos durante a ingestão de álcool da própria cerveja.

O desafio de beber até oito garrafas da famigerada (e quiçá milagrosa) Helder foi dado e, de acordo com o produtor, não haverá um para reclamar das dores de cabeça no dia seguinte. O único problema aparente é o fato de se chegar até uma dessas: enquanto não pode ser comercializada e distribuída para o resto da Europa, a cerveja antirressaca é apenas vendida em uma das cervejarias de Thomas, no coração de Amsterdã, capital da Holanda.

Enquanto esta maravilha não chega em mãos, é sempre bom lembrar: beber com moderação é a verdadeira arte do bom bebedor.

Com informações de: El País