Já imaginou o que seria da sua vida sem o advento do liquidificador? Para cada receita, para cada bolo, você teria que cortar – primeiro – pedacinho por pedacinho, juntá-los numa superfície e bater – com as próprias mãos – por horas a fio. Isso sem contar as repetidas vezes que o processo todo teria que ser reiniciado, caso alguma parte não ficasse homogênea, tornando uma simples mistura uma grande aventura.

Segundo o site História de Tudo, “os primeiros liquidificadores surgiram em 1904, nos Estados Unidos. O modelo era uma espécie de liquidificador misturado com batedeira. O mesmo continha um motor elétrico movido à correia de transmissão, tendo sido usado principalmente na mistura de substâncias químicas e na fabricação de milk-shakes”.  Aparentemente, o trambolho consistia num grande motor acoplado a uma pequena peça com lâminas – o que causava constantes estragos e interferência da maquinaria na comida.

Somente em 1922, Stephen Poplawski – nascido na Polônia em 1885 e emigrado aos Estados Unidos com 9 anos de idade – criou o aparelho em sua configuração na qual conhecemos hoje. Dali, apenas 9 anos mais tarde, em 1931, o primeiro liquidificador com motor próprio começou a ser fabricado em escala comercial em Chicago, pela Stevens Electric – criada pelo próprio Poplawski.

Hoje quase um aparelho obrigatório na cozinha brasileira, o liquidificador está a serviço (e às mãos) de todos aqueles que gostam de cozinhar, mas não têm muito tempo a perder com processos minuciosos. Se você tem dúvidas por onde começar na cozinha, siga a receita abaixo: não tem como errar. Quer uma dica? Comece por abrir a lata de cerveja.

Torta de Liquidificador com Cerveja (sem ovos)

Ingredientes

  • 1/2 xícara de óleo
  • 2 xícaras de leite
  • 3 xícaras de farinha de trigo
  • 1 tablete de caldo de galinha ou outro de sua preferência
  • Sal a gosto
  • 50g de queijo meia cura a gosto (opcional)
  • 1 colher de sopa cheia de fermento em pó
  • 1 copo de cerveja clara
  • Sugestões para a massa carne moída refogada; frango desfiado com catupiry; camarões; queijo com presunto e um pouquinho de orégano.

Modo de Preparo

  1. Bata todos os ingredientes no liquidificador
  2. Se a massa estiver muito mole coloque um pouco mais de farinha até ganhar uma consistência firme
  3. Se preferir unte o pirex com um pouco de óleo. Depois forre o fundo do pirex com uma parte da massa, coloque todo o recheio e coloque a outra parte da massa por cima do recheio
  4. Leve ao forno preaquecido em forno médio, por cerca de 30 minutos, até dourar

Fonte da receita: TudoGostoso.com.br (contém adaptações)
Com informações de: História de Tudo , History Of Science e Wikipédia