Embora as tradições gastronômicas variem de país para país, em diversos lugares do mundo existe o hábito de se comer cordeiro na Páscoa, inclusive no Brasil, onde esse tipo de carne tem sido cada vez mais procurado.

A carne de cordeiro está presente na Páscoa Judaica desde sua primeira celebração, aproximadamente no ano de 1445 a.C., e também nas celebrações da Páscoa Ortodoxa (Grega), sendo normalmente assada no espeto e servida no Domingo de Páscoa, marcando, assim, o fim do jejum da Quaresma.

Macia e nutritiva

Independentemente da religião e da época do ano, a carne de cordeiro é muito apreciada por sua textura macia, além de ser nutritiva, saborosa e fácil de preparar, podendo ser assada, grelhada ou cozida.

Pernil de Cordeiro Apimentado

Ingredientes

– 1 kg de pernil de cordeiro (sem o osso, carne cortada em cubos, pode usar a alcatra ou picanha de cordeiro também)

– 1 cabeça de alho (dentes descascados e levemente amassados. Não é purê, somente uma amassada com a lateral da faca)

– 400g de grão de bico cozido

– ½ colher de chá de cominho

– 1 colher de sopa de páprica picante

– 2 colheres de sopa de coentro picado

– Suco e raspas de 1 limão siciliano

– 1 xícara de água

Modo de Preparo

Faça uma marinada com o alho, cominho, páprica, coentro e limão e passe esta mistura sobre toda a carne, deixando descansar por 15 minutos.

No fundo de uma travessa coloque o grão de bico já previamente cozido (pode usar em conserva também), sobre ele o cordeiro, e jogue a água por cima. Leve ao forno médio por aproximadamente uma hora, coberto com papel alumínio.

Depois é só retirar do forno e servir.

Harmonização

Carne de sabor marcante, o cordeiro – que nesta receita ganha uma versão apimentada – faz ótima harmonização por contraste com a Weltenburger Anno 1050, uma cerveja puro malte clara e suave. No paladar, os sabores se misturam e proporcionam uma experiência muito especial.