Pare e pense por um segundo: qual a diferença entre chopp e cerveja? Há muitas pessoas que dizem que são exatamente a mesma bebida; outros afirmam que ambas são diferentes, e ainda declaram sua preferência por uma ou outra.

De fato, chopp e cerveja são muito similares – a diferença é muito sutil e tem a ver com detalhes culturais. Quer saber mais? Continue a leitura até o fim!

Como são feitos o chopp e a cerveja

Para que você entenda as diferenças entre as bebidas, é necessário compreender brevemente seu processo de produção. Ambas são fabricadas a partir de cereais (como malte e trigo) fermentados.

A produção se inicia a partir da fervura desses cereais com água. Feito isso, é retirado o bagaço, o líquido é resfriado e levado para tonéis juntamente com leveduras para que ele seja fermentado e, enfim, torne-se alcoólico.

diferença entre chopp e cerveja - mão feminina servindo chopp em um copo plástico
Chopp e cerveja são feitos a partir do mesmo processo.

A última etapa chama-se pasteurização e serve para eliminar os micro-organismos presentes no líquido recém-fermentado. Esse é um processo facultativo, já que essas partículas não fazem mal à saúde. 

Alguns cervejeiros preferem não pasteurizar suas bebidas, pois acreditam que altera o sabor, os aromas e a textura. 

Qual a diferença entre chopp e cerveja?

A palavra “chopp” (ou “chope”, como às vezes é escrita), deriva do alemão “schoppen”. Há séculos, era utilizada para indicar não uma bebida, mas um tipo de caneca de meio litro de cerveja.

Reza a lenda que, no século 19, os imigrantes alemães vieram para o Brasil ensinar a arte de fazer cerveja. Após o expediente, eles pediam por uma dose da bebida diretamente dos barris e usavam a expressão “Ein shoppen, bitte!” (ou “um shoppen, por favor!”).

Os brasileiros, que não entendiam que se tratava de uma medida, passaram a assimilar que a cerveja tirada da torneira, com pressão e sem filtragem, se chamava “chopp”. 

diferença entre chopp e cerveja: homem servindo caneca de chopp diretamente da torneira de um barril
Para os brasileiros, a cerveja servida diretamente do barril se chamava “chopp”.

É por isso que, durante muito tempo, as pessoas acreditavam que a diferença entre chopp e cerveja estaria no processo de pasteurização: enquanto o primeiro não passava por esse processo, a segunda teria que ser pasteurizada.

Na prática, entretanto, tratava-se de diferença cultural, que tinha a ver especificamente com esse mal-entendido.

Legislações sobre chopp e cerveja

Devido a essa constante confusão com relação às diferenças entre chopp e cerveja, no ano de 2009, foi incluso na Lei de Padronização da Produção e do Comércio de Bebidas (ou Lei 8.918/1994) o Decreto Nº 6.871.

Ficou estabelecido que “a cerveja deverá ser estabilizada biologicamente por processo físico apropriado, podendo ser denominada de Chope ou Chopp a cerveja não submetida a processo de pasteurização para o envase”.

Ou seja, a cerveja deveria ser pasteurizada; quando não passasse por esse processo, ela poderia ser denominada chopp ou chope. 

Já em 2019, a legislação da produção de cervejas sofreu algumas mudanças, com a publicação da Instrução Normativa Nº 65, pelo Ministério da Agricultura, Pecuária e Abastecimento. 

A questão do chopp foi atualizada para o seguinte parágrafo: “A expressão ‘chopp’ ou ‘chope’ é permitida apenas para a cerveja que não seja submetida a processo de pasteurização, tampouco a outros tratamentos térmicos similares ou equivalentes.”

Aqui, não há mais a obrigação do processo de pasteurização para a cerveja. O termo chopp também continua sendo facultativo, desde que a bebida seja submetida a esse processo.

Conclusão

A diferença entre chopp e cerveja existe somente no Brasil, e, na prática, é meramente cultural. Ambas as bebidas são feitas a partir do mesmo processo, e embora haja normas para determinar a forma como serão chamadas, isso acaba perdendo o sentido em alguns contextos.

Hoje, não é incomum ir a bares e cervejarias para degustar bebidas não pasteurizadas e até servidas diretamente da torneira, e, ainda assim, são chamadas de “cerveja”. 

Da mesma forma, algumas das bebidas chamadas de “chopp” são pasteurizadas, mesmo quando servidas sob pressão.

Na prática, chopp e cerveja podem se tratar da mesma bebida. - servindo caneca de chopp diretamente da torneira
Na prática, chopp e cerveja podem se tratar da mesma bebida.

Quando você tiver dúvidas a respeito dos processos de produção da bebida que você está consumindo, vale pesquisar sobre ela na internet, ou até mesmo perguntar no bar ou cervejaria, se for o caso. 


Agora que você já sabe a diferença entre chopp e cerveja, que tal receber outras curiosidades sobre a bebida diretamente no seu e-mail? Basta preencher o formulário abaixo e assinar nossa newsletter!