Mais gelado que cerveja

O mundo gira, as estações mudam e quando menos se espera, lá está ela de volta: a primavera. O retorno da luz e do calor anunciam boas novas aos amantes das atividades ao ar livre, mas, sobretudo, àqueles que apreciam um bom e irrecusável sorvete.Leia mais


Uma loucura de sabor

Após a divulgação do Diário de Agricultura e Química Alimentar dos Estados Unidos confirmar que carne e cerveja combinam como nunca, é hora de saborear outra iguaria da culinária nacional. Apresentamos: A carne louca com cerveja.Leia mais


Passando Cerveja no Pão

“Bebo-o porque líquido, se fosse sólido comê-lo-ia”, disse uma vez Jânio Quadros, o então vigésimo segundo presidente do Brasil, consagrando mais um lugar na História com suas célebres frases. Mal saberia ele que, anos após este pronunciamento, esta premissa poderia se tornar uma realidade.Leia mais


Carbonade flamande: aprenda a preparar essa carne ensopada!

Há locais, como o Brasil, em que as pessoas gostam muito de cerveja. Entretanto, há países em que a bebida é realmente amada por todos, como a Bélgica, reconhecida mundialmente pela produção e pelo consumo da bebida.

Leia mais


O Voo do Frango

É ave mais não voa? Que nada! Apesar dos mitos que os cercam, os frangos são animais domesticáveis que conseguem sim voar. E quando se trata de sua produção e consumo, então estamos falando de um voo de longo alcance.

É oficial: segundo dados da Associação Brasileira de Proteína Animal (ABPA), o Brasil ultrapassou a China e se consolidou o segundo maior produtor de carne de frango no mundo, com 13,143 milhões de toneladas produzidas em 2015. À frente, apenas os Estados Unidos com cerca de 18 milhões de toneladas anuais.

Leia mais


Cerveja Picante

Quando você pensa em cerveja, o que lhe vem à mente? Provavelmente um copo gelado, regado até o talo do mais puro ouro líquido, pronto para ser degustado em dias quentes, certo? Em países tropicais ou de clima predominantemente quente, cada lugar tem a sua maneira preferida de fazer o seu próprio happy hour. Mas, já imaginou colocar sal e pimenta no copo de cerveja? Não? Os mexicanos adoram e mostram que essa mistura inusitada, além de muito saborosa, pode ser altamente refrescante e apaixonante.

Leia mais


O Brigadeiro: De Cerveja

Atenção, cervejeiro: Sentido! Está entrando na sua tela de computador um dos mais altos oficiais da culinária brasileira, o brigadeiro.

Tão popular quanto o arroz e feijão, reza a lenda que este quitute sinônimo de festa de aniversário nasceu pelos idos de 1940, em homenagem ao verdadeiro oficial da Força Aérea Brasileira, o brigadeiro Eduardo Gomes.

Leia mais


Memória de Peixe? Coma peixe

Deu no New York Times: o consumo de peixe está associado a um aumento da massa encefálica, principalmente nas partes responsáveis pela memória e cognição – geralmente afetadas pela doença de Alzheimer.

Leia mais


Coisa de Mágico

Pense num pudim. Imagine sua forma, sua cor, sua textura, gosto e consistência. Vou tentar adivinhar, tá? Você pensou em um pudim redondo, com um círculo vazado no meio, ligeiramente dourado em cima, esbranquiçado embaixo, liso e brilhante, além de muito doce e macio. Acertei? A descrição acima pode ser válida para 99,9% dos brasileiros comedores de pudim, mas está longe de ser unânime mundo afora.

Leia mais


Sem Pressão: Fome de Física

Responda rápido: o que o montanhismo, um francês do século XVII e a física têm a ver com o seu almoço? Resposta: tudo a ver.

Embora pareçam fatos completamente desconexos, o montanhismo – esporte que, como o próprio nome diz, visa a exploração de regiões de grandes altitudes – evidenciou um acontecimento curioso: quanto mais alto se está, menos tempo a água demora para evaporar e, paradoxalmente, mais tempo se demora para confeccionar um alimento. E como na física não existe mágica, foi com esta ideia em mente que Denis Papin estudou a relação entre a pressão atmosférica e o tempo de cozimento da comida, inventando o protótipo da panela de pressão com um material de ferro fundido, conhecida como “a marmita de Papin” (trocadilho não intencional) em 1679.

Leia mais