diferença entre chopp e cerveja

Desmistificando: qual a diferença entre chopp e cerveja?

Pare e pense por um segundo: qual a diferença entre chopp e cerveja? Há muitas pessoas que dizem que são exatamente a mesma bebida; outros afirmam que ambas são diferentes, e ainda declaram sua preferência por uma ou outra.

Leia mais


Cerveja para o verão: 10 opções para você se refrescar!

Com a chegada do verão, todo mundo procura uma solução para se refrescar. Seja na piscina, na praia, na varanda ou até dentro de casa, uma coisa é certa: nada como uma boa cervejinha para amenizar o calor.

Leia mais


copo para tomar cerveja

Copo para tomar cerveja: saiba qual escolher!

É muito provável que você já tenha seu copo para tomar cerveja favorito. Porém, você sabia que cada tipo da bebida tem um recipiente mais indicado para ser degustado?

Leia mais


três latas e uma garrafa de cerveja cacildis sobre uma mesa

Cerveja Cacildis é boa! Saiba tudo sobre esse rótulo

Em 2014, a Brassaria Ampolis lançou a cerveja Cacildis. Leve e refrescante, foi criada pelo publicitário Diogo Mello e pelo empresário Sandro Gomes, filho de Mussum, e é estampada com o rosto do saudoso humorista em seu rótulo.

Leia mais


cerveja com espuma faz bem

Desmistificando: afinal, cerveja com espuma faz bem ou mal?

A espuma da cerveja sempre foi uma grande polêmica para os cervejeiros. Enquanto alguns afirmam que a bebida deve ter pelo menos um dedinho de colarinho, outros evitam ao máximo e até dizem que é malandragem do dono do bar.

Leia mais


Mulheres Cervejeiras

Sempre associada ao universo masculino, a bebida mais popular do mundo foi descoberta por uma mulher. Há 11 mil anos, enquanto os homens saíam para caçar e levar a carne para casa, as mulheres ficavam responsáveis por cuidar dos grãos que eram mantidos dentro de jarros, e que seriam usados para fazer pão.

Foi assim que, meio por acaso, descobriram a cerveja.

Os grãos que não eram consumidos permaneciam dentro dos jarros tomando sol e chuva. Assim eles eram fermentados e formavam o líquido que hoje conhecemos como cerveja.

Milhares de anos depois, por volta de 1.800 a.C., foi escrita a primeira receita de uma cerveja. Feita em homenagem a uma era composta por tâmaras, diversos grãos, ervas, mel e especiarias.

Outra descoberta feminina relacionada à cerveja é o lúpulo.

Um dos principais ingredientes na produção da bebida, ele teve suas propriedades descritas pela primeira vez anos no século 7 pela monja e teóloga alemã Hildegard von Bingen, também conhecida como Santa Hildegarda.

Nos dias de hoje, cada vez mais as mulheres se identificam com a cerveja, seja como mestre-cervejeiras, Beer sommelieres ou simplesmente apreciadoras.

 


As cervejas que combinam com o outono

Como já vimos aqui, no outono as pessoas tendem a beber cervejas mais escuras e levemente potentes. Um dos estilos mais apreciados nessa estação é a Stout, cerveja da família Ale (com alta fermentação), produzida com bastante malte torrado (ou cevada tostada), de sabor tostado, além de uma cor muito escura, que é a sua característica mais marcante. Dentro deste estilo é possível encontrar desde cervejas Irish Stout até cervejas muito alcoólicas, amargas e licorosas.

Outro estilo bastante apreciado nessa época do ano é a India Pale Ale, que tem teor alcoólico de 7% e é amarga na medida certa. Sua coloração é avermelhada graças ao malte tostado e a concentração de lúpulo americano.

Também se destaca para dias mais amenos o estilo Porter, que são cervejas escuras e, historicamente, descendentes das Brown Ales. Seu grande diferencial está na maior quantidade de lúpulo e tempo de fermentação.


temperatura ideal para cerveja

Descubra qual a temperatura ideal para degustar sua cerveja!

O Brasil é um país tropical, e a grande maioria de suas regiões é predominada por climas quentes. Por isso, já é tradição consumir cerveja “estupidamente gelada” para se refrescar e fugir do calor.

Leia mais


A cerveja e o verão

Com o verão brasileiro bombando, vem aquela vontade de beber uma cerveja bem gelada. Mas, para degustar sabores e aromas mais complexos, a temperatura da cerveja pode ser um fator decisivo. Neste caso, não necessariamente ela deve seguir a linha ‘estupidamente gelada’.

A temperatura da cerveja varia de acordo com o clima e o tipo de bebida escolhida. No entanto, para sentir o sabor, o ideal é não usar temperaturas menores do que 0°C. Isso porque, se a bebida for degustada abaixo dessa temperatura, suas papilas gustativas vão se fechar e perder a sensibilidade, fazendo com que o gosto da cerveja seja comprometido.

Agora você já sabe que também não se deve congelar a cerveja, porque o congelamento tira algumas propriedades da bebida. Também não devemos gelar e degelar a cerveja, porque isso altera suas características.

Na Alemanha é comum beber a cerveja servida à temperatura ambiente, até porque o clima lá é frio em boa parte do ano. Por isso é sempre bom estar atento ao clima externo, porque ele influencia na escolha da temperatura para a bebida.


A cerveja natalina

Natal é tempo de comidas típicas. Mas, no mundo cervejeiro, a data também tem suas particularidades. E ela se chama Christmas Ale, uma cerveja preparada exclusivamente para o dia 25 de dezembro e que pode ser encontrada especialmente no continente europeu.

A Christmas Ale não é um estilo, mas uma categoria dentro da família Ale. Ela surgiu na Europa como uma bebida para celebrar o fim do ano. Com inúmeras variações de cor e sabor, tem alto teor alcoólico, boa presença de malte, tons adocicados e uso de especiarias como pimenta e semente de coentro. Os lúpulos utilizados são os ingleses herbáceos e os americanos de aroma próximo ao pinho.

Esta é uma cerveja Ale sazonal, produzida somente nesta época específica do ano.