Paçoca de Cerveja

Muito antes desta terra se chamar Brasil, consumia-se amendoim e paçoca por aqui. De acordo com a Associação Brasileira da Indústria de Chocolates, Cacau, Amendoim, Balas e Derivados (ABICAB), há estudos que comprovam a utilização desta semente leguminosa há mais de 5 mil anos em solo sul-americano. Do tupi “po-çok”, que significa “esmigalhar” ou “coisa pilada”, este derivado de amendoim (“mãdu’i” ou “enterrado) é muito consumido em todo território nacional até hoje.

Só em 2015, foram consumidas 207 mil toneladas de amendoim, produzidas especialmente pelos estados de Goiás, Mato Grosso, Minas Gerais, São Paulo e Bahia. Segundo pesquisa do Datafolha desse mesmo ano, 88% da população entrevista diz consumir o alimento regularmente e 53% dos homens e mulheres conferem ao amendoim um poder afrodisíaco, estimulante sexual.

Hit do inverno, das quermesses e festas do interior do país, a paçoca está presente nas tradições juninas brasileiras, o que corresponde a um aumento, em média, de 15% nas vendas desse produto durante o mês de junho. Em alguns estados, esse aumento chega a 25%.

Entre outras surpresas, o amendoim também é visto como uma boa alternativa para a produção de biodiesel. Mas sinceramente, nós acreditamos que ele fica melhor – e mais gostoso – no prato, especialmente se combinado com uma cerveja gelada.

Paçoca de Cerveja Preta

Ingredientes:

  • 200 ml de cerveja preta
  • 800 ml de leite
  • 3 xícaras de açúcar
  • 1 pitada de sal
  • 500 g amendoim torrado e moído

Modo de Preparo:

  1. Em uma panela alta, coloque a cerveja, o leite, o açúcar e o sal para fazer o doce de leite
  2. Depois que levantar fervura, fique atento para não derramar e controle a temperatura
  3. Quando começar a mudar de cor ficando tom caramelo é preciso dar uma mexida de vez em quando, com uma colher de pau
  4. Para saber o ponto, o doce estará bem marronzinho e encorpado
  5. Pegue um copo com água e coloque uma pontinha da colher, se virar um fio que não se desmancha está no ponto
  6. Acrescente o amendoim torrado e moído só para misturar e desligue o fogo
  7. Unte uma assadeira retangular com margarina e despeje o doce, esparrame com uma colher, deixe esfriar um pouco, ainda morno, corte com uma faca sempre molhando-a na água para não grudar, depois de frio guarde os doces em um pote

Fonte da receita: Tudo Gostoso (contém adaptações)
Com informações de: Abicab, Dicionário Tupi Guarani, Portal EM, Sodiê Doces


Egészségére! - Saúde

Oi? Como é? Você pode repetir?

O título acima é uma interjeição pertencente ao idioma húngaro, da família das línguas urálicas. Aparentemente impronunciável, esse palavrão todo é usado diariamente em diversas ocasiões e pode ser traduzido como o nosso simpático “saúde!”.Leia mais


Uma união para toda a vida

Poucas coisas na vida são tão precisas e certeiras: não há nada melhor do que um final de semana de sol com os amigos e a família, regado a uma boa cerveja e acompanhada de um excelente churrasco. Não à toa, esta ligação entre a bebida e a proteína na brasa faz tanto sucesso. Se você antes achava que era uma questão de gosto, hoje podemos afirmar que é uma questão de saúde.

Leia mais


Cerveja Portátil

Acampar e beber cerveja. Aparentemente incompatíveis essas duas atividades ao ar livre requerem muito planejamento e estrutura. Afinal, é necessário calcular o número de engradados, levar um cooler (ou isopor) condizente com o tamanho do grupo de consumidores, possuir um porta-malas que tenha espaço para tudo isso E as malas. Enfim, um trabalho que somente os apreciadores de cerveja realmente entendem. Mas e se não tiver gelo por perto, o que fazemos? Uma empresa norte-americana pensou neste grupo de consumidores, os cervejeiros-aventureiros, e desenvolveu – rufem os tambores – a cerveja em pó!

Leia mais


O Voo do Frango

É ave mais não voa? Que nada! Apesar dos mitos que os cercam, os frangos são animais domesticáveis que conseguem sim voar. E quando se trata de sua produção e consumo, então estamos falando de um voo de longo alcance.

É oficial: segundo dados da Associação Brasileira de Proteína Animal (ABPA), o Brasil ultrapassou a China e se consolidou o segundo maior produtor de carne de frango no mundo, com 13,143 milhões de toneladas produzidas em 2015. À frente, apenas os Estados Unidos com cerca de 18 milhões de toneladas anuais.

Leia mais


Cerveja que cabe no seu bolso

O seu sonho sempre foi conhecer as belas montanhas da Suíça? Namorar romanticamente pelas ruas de Paris? Caminhar e fazer compras pela 5ª Avenida, em Nova York? Então é bom que estes sonhos não envolvam uma paradinha no bar mais próximo para apreciar a vista, ou simplesmente relaxar.

Leia mais


O Brigadeiro: De Cerveja

Atenção, cervejeiro: Sentido! Está entrando na sua tela de computador um dos mais altos oficiais da culinária brasileira, o brigadeiro.

Tão popular quanto o arroz e feijão, reza a lenda que este quitute sinônimo de festa de aniversário nasceu pelos idos de 1940, em homenagem ao verdadeiro oficial da Força Aérea Brasileira, o brigadeiro Eduardo Gomes.

Leia mais


Uma Jarda Líquida

Nas últimas semanas, vimos alguns padrões dos copos de cerveja, cada qual ideal para um tipo de bebida. Hoje, a lição de casa envolve uma digressão histórica. Venha conosco.

Vamos ligar a nossa máquina do tempo e viajar pelas dimensões do espaço, rumo à Inglaterra do século XII. Estamos por volta do ano 1100, invisíveis, ao lado do trono do rei Henrique I. Testemunhamos, em primeira mão, ele medir a distância entre seu nariz e o polegar de seu braço estendido e promulgar: “eis aqui uma jarda, a medida oficial”.

Corta.

Leia mais


Memória de Peixe? Coma peixe

Deu no New York Times: o consumo de peixe está associado a um aumento da massa encefálica, principalmente nas partes responsáveis pela memória e cognição – geralmente afetadas pela doença de Alzheimer.

Leia mais


Fonte dos Desejos

Uma fonte de cerveja. Confere produção? Sim. Não é um sonho, ela existe!

Os eslovenos e amantes da bebida estão adorando a novidade: uma fonte de cerveja foi construída no vilarejo de Zalec, a 60 quilômetros de Liubliana, capital da Eslovênia. O lugar não poderia ser mais adequado para esse projeto: a cidade fica no vale Savinja, rodeada de campos de lúpulo, usado na fabricação do ouro líquido.

Leia mais